Editora Contexto

Assunto
(0) items

Contexto lança selo Marco Polo, focado em romances históricos

 

Editora investe agora no filão da ficção, nicho crescente e que mais tem gerado cifras no mercado editorial

 

 

A editora Cntexto, que completará 30 anos este mês, está criando um novo selo, chamado Marco Polo, focado na linha de romances históricos. O selo já estreia com dois livros: Portões de Fogo, do escritor americano Steven Pressfield, e O Inquisidor, da australiana Catherine Jinks.

As duas obras entram para o portfólio da Contexto por terem uma base histórica sólida. “A editora sempre se notabilizou por investir em livros de não ficção. Mas percebemos que o mercado tem sido cada vez mais receptivo com romances que têm como pano de fundo fatos históricos. Resolvemos investir nesse segmento, começando por duas obras das quais temos certeza da qualidade, sempre a primeira preocupação da Contexto”, afirma Jaime Pinsky, historiador, autor e diretor editorial da casa.

Portões de Fogo é um sucesso mundial de Steven Pressfield. Vendeu mais de 1 milhão de exemplares pelo planeta. Relata a famosa história da resistência dos 300 espartanos contra os dois milhões de homens do Império Persa, comandados pelo rei Xerxes. Em uma ação suicida, a tropa de 300 segue para o desfiladeiro das Termópilas para impedir o avanço inimigo. Durante sete dias sangrentos eles contêm os invasores, mas, ao fim, já praticamente sem armas, lutam “com mãos vazias e dentes”.

 


Mais do que com a batalha, o leitor entra em contato com o modo de vida desses antigos guerreiros, sua rotina, seus valores, sua coragem, seus ideais. A narrativa de Steven Pressfield recria a épica Batalha de Termópilas, unindo, com habilidade, história e ficção.

Já O Inquisidor recria a França do século XIV. Catherine Jinks mostra o funcionamento da Inquisição e o poder da Igreja no destino da população. O inquisidor Padre Bernard acaba se tornando suspeito do assassinato de seu superior, Frade Augustin Duese, cujo corpo é encontrado esquartejado na cidade de Lazet, em 1318. Seu envolvimento com uma mulher misteriosa e sua bela filha o transformam em vítima de perseguição em uma época que erros eram punidos com a própria vida. Envolvendo assassinato, luxúria e traição, O Inquisidor vem sendo comparado pelo mundo com O Nome da Rosa.

“Ao lado de um escritor já consagrado, Pressfield, a Contexto lança no Brasil uma escritora tida como das mais promissoras. O que vale para a editora é a qualidade do texto, é levar ao leitor o melhor produto possível. Por isso a coleção Marco Polo inicia com estes dois autores”, finaliza Jaime Pinsky.